ESTATÍSTICA DE NOSSO BLOGGER

Translate

PopAds

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

domingo, 30 de setembro de 2012

Dia 1º DE Outubro - SANTA TERESINHA DE JESUS

TeresadiLisieux.JPG 
 Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teresa de Lisieux (Alençon, 2 de janeiro de 1873Lisieux, 30 de setembro de 1897) foi uma religiosa carmelita francesa e Doutora da Igreja. É conhecida como Santa Teresa do Menino Jesus e da Santa Face ou, popularmente, Santa Teresinha.
Nascida Marie Françoise Thérèse Martin (Maria Francisca Teresa Martin), era filha de Louis Martin e Zélie Guérin. Quando nasceu, era muito franzina e doente e, desde o nascimento, exigia muitos cuidados.
  
Infância e adolescência
Aos dois anos de idade, Teresa já tem na sua ideia seguir a vida religiosa para grande alegria da sua mãe, mas para desgosto do seu tio Isidore Guérin (seu futuro tutor sub-rogado).
Em agosto de 1876, sua mãe toma conhecimento de que padece de câncer. Quando esta falece, seu pai muda-se com as quatro filhas para Lisieux em 1877.
A prematura morte da sua mãe, quando tinha apenas quatro anos fez com que ela se apegasse a sua irmã Pauline, que elegeu para sua "segunda mãe". A repentina entrada dessa irmã no Carmelo, fez a jovem Thérèse, adoecer. Curada por intercessão da ‘Virgem do Sorriso’, Imaculada Conceição por quem seus pais tinham afeição, tomou uma forte resolução de entrar para o Carmelo.
Foi aluna no Colégio feminino da Abadia das Monjas Beneditinas de Lisieux e lá permaneceu por cinco anos, participando da Congregação Mariana para moças.[1] Porém, após sofrer muitas humilhações, saiu do Colégio e passou a receber aulas particulares  Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Santa Teresinha, aos pés da Virgem Maria e do Menino Jesus (imagem na

Igreja de Santa Teresinha, em Porto Alegre).
Seis meses depois, Teresa decide que quer entrar para o Carmelo (Ordem das Carmelitas Descalças). Como a pouca idade a impede, é levada por familiares, em novembro de 1887, para uma audiência com o Papa, em Roma, para pedir a exceção, a chorar, ao Papa Leão XIII, contra a vontade do então Bispo de Lisieux. Em abril do ano seguinte é finalmente aceita. Concedida a autorização ingressou em 9 de abril de 1888 e tomou o nome de Thérèse de l'Enfant Jesus.
Fez sua profissão religiosa, em 8 de setembro de 1890, e tomou o nome de Thérèse de l'Enfant Jesus et de la Sainte Face, mas ficou conhecida após sua morte como Thérèse de Lisieux.
Inclinada por temperamento à calma e a tristeza, Thérèse com lindos cabelos castanhos, olhos claros e traços delicados, quando escrevia no seu diário “Oh! Sim, tudo me sorrirá aqui na terra”, atravessava uma época em que experimentava injustiças e incompreensões. Já atingida pela tuberculose, debilitada nas forças, não rejeitava trabalho algum e continuava a “jogar para Jesus flores de pequenos sacrifícios”.
Após seis anos na ordem, em 1894, almejando o caminho da santidade, Teresa percebe que não conseguiria pelas tradicionais mortificação, disciplina e sacrifício observadas pelos santos a quem se dedica a estudar. Inspirada nas palavras de um padre, Teresa adota a "Pequena Via", um caminho pequeno e reto para a santidade, que consiste simplesmente em se entregar ao amor de Jesus Cristo, para que Ele conduza pelo caminho.
Morreu em 30 de setembro de 1897, com apenas 24 anos. Disse, na manhã de sua morte: “eu não me arrependo de me ter abandonado ao amor”, e na iminência de sua morte disse às religiosas que estavam à sua volta: "Farei cair uma chuva de rosas sobre o mundo!". No dia 4 de outubro de 1897, foi sepultada no cemitério de Lisieux.
Teresa escreveu tres manuscritos : chamado manuscrito A no ano de 1895, autobiografia escrita a mando de sua irmã Paulina, madre Agnese ; chamado manuscrito B no ano 1897 ; chamado manuscrito C. Ficam admirados também pelo grande número de cartas enviadas à familia e das 54 poesias que compôs.[2]
  Canonização

Monumento dedicado a Santa Teresinha do Menino Jesus, em Évora (Portugal).
A sua irmã, Paulina, também carmelita, publicou em 1898 os escritos de Santa Teresinha, intitulados "História de uma alma". No dia 17 de maio de 1925, Teresinha foi canonizada pelo Papa Pio XI. O mesmo Papa a declara Patrona Universal das Missões Católicas em 1927. O Papa João Paulo II a declara Doutora da Igreja no dia 19 de outubro de 1997.
Em carta tornada pública em 1 de outubro de 2007, o Papa Bento XVI recordou que "Teresa de Lisieux, sem haver saído de seu Carmelo, (…) viveu à sua maneira, um autêntico espírito missionário (…) oferecendo ao mundo uma nova via espiritual lhe obteve o título de Doutora da Igreja. Desde Pio XI até os nossos dias, os Papas não têm deixado de recordar os laços entre oração, caridade e ação na missão da Igreja."CONTINUE LENDO.....


__________________________________________________

 Dia de Nossa Senhora da Penha, padroeira da cidade.


Ficheiro:Senhora da Penha de França, Ermida de Nossa Senhora da Penha de França, Praia do Norte, concelho da Horta, ilha do Faial, Açores, Portugal.JPG
 Nossa Senhora da Penha de França ou Nossa Senhora da Penha é um dos nomes que recebe Maria, mãe de Jesus, que acreditam os católicos, apareceu à Simão Vela no norte da Espanha, numa serra chamada Penha de França. Lá, sua festa é comemorada no dia 8 de abril. Em São Paulo ocorre a cada 8 de setembro e em Resende Costa, onde é padroeira, comemora-se no dia 1° de setembro.

História

Existia no norte da Espanha uma serra muito alta e íngreme chamada Penha de França, na província de Salamanca, na qual o Rei Carlos Magno teria lutado contra os mouros.
Por volta de 1434, segundo algumas fontes históricas no dia 19 de maio, certo monge francês sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no topo de escarpada montanha,em razão de uma guerra entre franceses e muçulmanos, na qual os católicos escondiam suas imagens para não serem destruídas, cercada de luz e acenando para que ele fosse procurá-la. Simão Vela, assim se chamava o monge, durante cinco anos andou procurando a mencionada serra, até que um dia teve indicação de sua localização e para lá se dirigiu. Após três dias de intensa caminhada, pela razão de segundo ele próprio, em seus êxtases ouvir sempre a advertência divina: "Simão, vela e não durma!" (pelo que passou a adotar o sobrenome de Vela, como ficou conhecido), escalando penhas íngremes, o monge parou para descansar, quando viu sentada perto dele uma formosa senhora com o filho ao colo que lhe indicou o lugar onde encontraria o que procurava. Auxiliado por alguns pastores da região, conseguiu achar a imagem que avistara em sonho.
Construiu Simão Vela uma tosca ermida nesse local, que logo se tornou célebre pelo grande número de milagres alcançados por intermédio da Senhora da Penha, e mais tarde ali foi construído um dos mais ricos e grandiosos santuários da cristantade.

____________________________________________ 

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/noticia/2012/09/30/olinda-recebe-replica-de-cristo-redentor-58174.php 

Olinda recebe réplica de Cristo Redentor

O presente foi oferecido pela Arquidiocese de São Sebastião (RJ), Governo e Prefeitura do Rio de Janeiro, também como parte das celebrações pela Jornada Mundial da Juventude, que vai acontecer no ano que vem, no Rio de Janeiro.


 / Foto: Igo Bione/JC Imagem

Religião - Olinda recebe réplica de Cristo Redentor

Imagem foi apresentada aos fiéis durante missa campal celebrada pelo arcebispo Dom Fernando Saburido -  Publicado em 30/09/2012, às 15h55 

Do JC Online CONTINUAR LENDO.....

 Dezenas de fiéis visitaram na manhã deste domingo a Igreja do Santíssimo Salvador, Catedral de Olinda, no Alto da Sé, onde participaram de uma missa especial. O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, recebeu pessoalmente as pessoas para celebrar a chegada da réplica do Cristo Redentor, pela passagem da “Exposição Cristo Redentor Para Todos”, celebrando as comemorações dos 80 anos do monumento construído sobre o Corcovado, no Rio de Janeio. O presente foi oferecido pela Arquidiocese de São Sebastião (RJ), Governo e Prefeitura do Rio de Janeiro, também como parte das celebrações pela Jornada Mundial da Juventude, que vai acontecer no ano que vem, no Rio de Janeiro.

Dom Fernando explicou que, a princípio, a réplica ficará na Igreja da Sé, mas que a intenção é mais para frente organizar um local público para que a imagem possa ser admirada por mais fiéis.


 ________________________________________

NO BRASIL

DIA 1º DE SETEMBRO COMEMORA-SE:


Dia do Professor de Educação Física

Dia da BAILARINA/ DO BAILARINO