ESTATÍSTICA DE NOSSO BLOGGER

Translate

PopAds

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

sexta-feira, 23 de março de 2012

PÁSCOA é viver Intensamente os 7 dons do ESPÍRITO SANTO







































A HORA DA RECONCILIAÇÃO E CURA

Por: Padre Alberto Gambarini | 23 de março de 2012

A Quaresma é um tempo maravilhoso para celebrar a reconciliação e a cura que Deus nos oferece em Jesus Cristo. Como toda experiência religiosa é preciso preparação.
A reconciliação é realizada por Deus. Nós nos preparamos para recebê-la em atitude de oração e revisão de vida. Por meio deste gesto vamos reconhecer quais as áreas de nossa vida que necessitam mais da luz curadora de Deus. Podemos iniciar este momento com uma pergunta simples: onde estou mais necessitando do perdão e cura de Deus?
Este não é um momento para despertar sentimento de culpa ou desânimo. O foco é a infinita misericórdia de Deus que deseja restaurar nosso ser. É necessário reconhecer onde erramos o alvo, tendo o olhar fixo na bondade de Deus. “ Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: em nos ter enviado ao mundo o seu Filho único, para que vivamos por ele. 10. Nisto consiste o amor: não em termos nós amado a Deus, mas em ter-nos ele amado, e enviado o seu Filho para expiar os nossos pecados.” (1Jo 4,9-10).
Não tenha medo de reconhecer áreas de sua infância onde não se sentiu amado ou viveu conflitos. Não esconda suas emoções feridas (mágoas, traumas, complexos…) ou negativas (medo, tristeza, pessimismo…). Reconheça falhas do seu relacionamento familiar (por exemplo o modo como tem tratado esposa, marido, filhos, pais…) ou com as pessoas em geral (atitudes ou palavras que prejudicaram seus semelhantes).
Também existem hábitos ruins, fraquezas, vícios… que permanecem em virtude da maneira descuidada como usamos a leitura, filmes, internet…
E o lugar onde fomos colocados por Deus? Cada um no seu estado de vida (criança, jovem, adulto ou idoso) é chamado a refletir o amor de Deus. O estudo, trabalho doméstico, profissão, e até a condição de aposentado é a oportunidade para ser parceiro de Deus na construção de um mundo melhor. Em cada realidade da vida o cristão coloca o melhor de si, porque tudo é feito para Deus e não para os homens (cf Col 3,23).
E por fim a nossa comunhão com Deus. Não existe verdadeira reconciliação e cura se de todo o coração não voltamos para Deus. É necessária a comunhão diária com Deus por meio da oração alimentada pela Palavra, a disciplina da visita semanal ao Santíssimo sacramento e o momento central celebrado na Eucaristia dominical.
A reconciliação é Deus quem a realiza. Recebê-la e celebrá-la é a nossa parte. No sacramento da reconciliação – a confissão – recebemos e celebramos o perdão e cura de Deus. Por meio deste sacramento nos unimos ao infinito amor de Deus, que deseja nos resgatar. Aí reconhecemos que somos pecadores, demonstramos nosso arrependimento e o desejo de viver uma vida nova com o perdão de Deus.
Uma parte importante do sacramento de reconciliação é o processo de cicatrização das faltas confessadas. A reconciliação exige o propósito de lutar para não mais cometer as mesmas faltas, e repará-las, na medida do possível. O remédio imediato é a oração, isto é, pedir a Deus a graça para viver o perdão recebido. Também é necessário lembrar do alerta de Jesus em Mt 26,41: “Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca.”.
Esta é a hora para se aproximar de Deus e renovar a certeza do seu infinito amor pessoal por nós. Deus esta batendo à nossa parte, tenhamos a coragem de abrir e deixá-lo entrar.

Ato de Contrição
Meu Deus , eu me arrependo de todo o coração de vos Ter ofendido , porque sois tão bom e amável . Prometo , com a vossa graça , esforçar-me para ser bom. Meu Jesus , misericórdia !
Senhor meu Jesus Cristo , Deus e homem verdadeiro , Criador e Redentor meu : por serdes Vós quem sois , sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas , e porque Vos amo e estimo , pesa-me , Senhor , de todo o meu coração , de Vos Ter ofendido ; pesa-me também de Ter perdido o céu e merecido o inferno ; e proponho firmemente , ajudado com o auxílio de Vossa divina graça , emendar-me e nunca mais Vos tornar a ofender . espero alcançar o perdão de minhas culpas pela Vossa infinita misericórdia.
Amém